Como surgiu a ideia para Os Dois Lados da História?

Laura Spíndola conta como, aos quatorze anos de idade, concebeu seu primeiro romance em entrevista exclusiva para o Beco Literário.

Laura e sua cria em evento literário (Santa Cruz, RJ)

Como foi o processo de idealizar e começar a escrever um livro aos quatorze anos? Esse é um dos temas abordados na entrevista feita pelo Beco Literário com a autora Laura Spíndola. O livro seria publicado quatro anos depois, deixando muita gente impressionada com aquela jovem de dezoito anos que já dispunha de um romance infanto-juvenil para mostrar.

"Quando estava com quatorze anos, coloquei na cabeça que iria escrever um livro. Depois de algumas ideias que acabaram não indo para frente, finalmente tive a minha inspiração, em um dos momentos mais inusitados", diz Laura.

Segundo ela, tudo começou no parque temático Islands of Adventure, em Orlando (EUA). Mas especificamente na montanha-russa do Incrível Hulk.


OBSERVANDO O PODER DAS PRIMEIRAS EXPERIÊNCIAS


Depois de várias voltas naquela atração, Laura já não estava sentindo mais medo. Aproveitou para observar o comportamento das pessoas na fila.


"Quando faltava apenas uma leva de pessoas para que eu entrasse no carrinho, imaginei um menino no mesmíssimo lugar que eu estava, mas, ao contrário de mim, morrendo de pavor daquela monstrenga. Logo imaginei uma menina tão irritada por algum motivo que nem mesmo ligava para o fato de estar numa montanha-russa imensa. Só sei que, assim que desci daquele carrinho verde, ela começou a nascer naturalmente", relata Laura.

Foi daí que surgiu a ideia de escrever sobre primeiras experiências no amor (e na amizade!), explorando os pontos de vista de cada uma das personagens envolvidas na trama.


QUER SABER MAIS?


Visite o Beco Literário e confira a entrevista na íntegra.


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo