Desafio de Viagem #6 de 10

2013 - Veneza, Itália.


Uma cidade que é formada por mais de uma centena de pequenas ilhas, onde os rios são como ruas, as gôndolas são como carros (os pedestres, banhistas - badum tss), e onde as pessoas pronunciam "Spíndola" corretamente (e sem o bendito E na frente)... tudo pra me sentir em casa, né?


Veneza é um lugar pra quem não tem pressa. Através do labirinto de vielas, pontes, escadas e escadinhas, se vai desvendando a cidade aos poucos, descobrindo cenários maravilhosos em cada esquina e ao final de cada canal.

Abundante em belíssimas construções centenárias de poucos andares, o ponto mais alto de Veneza fica no Campanário da Piazza San Marco, que possibilita a vista panorâmica da cidade em todo seu esplendor.


O campanário já foi usado como farol para navegantes e ponto de vigilância de possíveis invasores (na verdade, o Campanário atual foi uma reconstrução do prédio anterior, que desmoronou em 1902). Foi, também, o lugar escolhido por Galileu, no início do século XVII, para testar seu telescópio e fazer estudos sobre o céu.


(spoiler alert = a Terra continua redonda)

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo